17 de julho de 2015


À pessoa que mais amo no Mundo. No Universo. Neste Planeta... que és tu. Eu Amo-te. Por ser contigo, completamente e indiscutivelmente feliz... por me rir, por não saber parar de rir... quando olho para ti...no meio das nossas brincadeiras...por sermos divertidamente loucos e apaixonados. Eu Amo-te. Por seres o meu amigo, melhor amigo, companheiro, o meu cofre, o meu Verão, o meu chão, o meu céu... Tudo! Porque tu és Tudo. Eu Amo-te Meu Amor, eu Amo-te Tanto... E sabes que quando estávamos sentados em tua casa, na cadeira baloiço, eu estava a olhar para ti e a pensar "é mesmo ele quem eu quero passar o resto da vida"? Não sabes, porque eu não falei... Mas eu estava. Estava mesmo. E falei comigo. E  tu nem precisaste ouvir. Porque o Verdadeiro Amor não precisa ser falado. Porque quando eu olho para ti, eu tenho a certeza que és Tu. Obrigada por me dares 38 meses de sorrisos, birras, momentos, discussões, sítios novos, segredos, saudade, irritação, ciúmes, risos descontrolados, brincadeiras... Porque isto é o Amor: nem sempre arco-íris, mas constantemente firme. Amo-te!





Sem comentários:

Enviar um comentário

Fica em segredo, entre nós.