17 de fevereiro de 2015


Eu sei que dizer que te amo parece pouco. Muito pouco. Mas... 33 meses também é pouco, muito pouco, de tanto que eu sei que nos espera. Eu sei que dizer que te amo parece pouco, mas eu ainda hoje não percebo como é que sempre que nos encontramos parecemos dois maluquinhos (mais tu do que eu, claro) a rirmos de tudo, tudo e tanto. Ainda hoje não percebo como o tempo encaixa tão perfeitamente em nós quando não ligamos ao resto e somos felizes (e também doidos). Eu sei que dizer que te amo é, definitivamente, pouco para tudo o que me dás e nós damos ao nosso Amor: eu dou, tu dás... e é por isso que o muro se constrói e que eu continuo a ser feliz. Obrigada... Estou sempre a dizer obrigada, eu sei... Mas Obrigada, por me fazeres rir tanto e irritares tanto. Amo-te, Meu Mundo!
...Porque eu acredito que é Amor quando os momentos maus dissipam-se de haverem tão momentos bons.

2 comentários:

Fica em segredo, entre nós.