17 de dezembro de 2014


Eu tinha vontade de te dar o Mundo quando tu simplesmente te limitaste a fechar os braços. Eu queria dar-te o Mundo; o Mundo e mimos…e cartas e beijos… e prendas inesperadas… e fazer-te surpresas que te deixassem feliz… Eu queria, mas tu não quiseste. E, ao fazer-me perceber a mim mesma que tu deixaste de ter vontade de abraçar o meu Mundo… eu deixei de ter vontade de to dar. E, por mais Amor que eu poderia ter por ti e que dizem que Amor não se pede em troca… ou eu sou injusta, ou isso está errado. Eu não posso dar mil e receber zero. Ou eu não posso… ou eu não sou capaz.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fica em segredo, entre nós.