5 de setembro de 2014


O tio (que é homem) tentou explicar-me os homens. Parece estranho, eu sei. Ele tentou explicar as atitudes, o porquê de eles agirem como agem. Eu não entendo. Não entendo, mesmo depois de tantas explicações. Acho que nunca vou chegar a entender. O tio disse que os homens têm duas cabeças. É, isso mesmo. E que uma não entende a outra. É que os homens não desculpas ridículas que me fazem pôr o cabelo em pé de tão estúpidas serem. O tio disse que os homens, em alguns momentos, param de pensar e que pensam depois de terem feito asneiras. O tio é homem e ele percebe. Mas eu sou mulher, então não percebo. Não percebo porque para mim amar é amar. E quero lá saber das duas, três ou quatro cabeças. Se as têm, controlem-nas. Porque amar é usar a cabeça de cima e não a de baixo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fica em segredo, entre nós.