12 de setembro de 2014


Há dias em que tenho saudades tuas, lembro-me de ti e lembro-me de sentir a tua falta. E, por incrível que pareça, permanece em mim tudo o que conseguiste ser de bom. Eu podia lembrar-me de quando me ignoravas ou não davas atenção. De quando me mentias nos olhos ou fingias não ler as minhas mensagens, mas não.. são as tuas e minhas gargalhadas que ecoam nos momentos que tanto nos pertenciam quando o mundo parava. E, mesmo assim, eu esqueço-me de quando não acreditavas em mim e eu mais precisava.. de alguém que me desse esperança de que eu ia conseguir. Tu devolvias-me palavras nulas enquanto eu sempre estive lá, chateada ou não. Até quando não merecias. Tu deste-me tanto de bom e tanto de mal que não sei onde te colocar. Só que tive de olhar para mim e decidir ser feliz a fingir ou sofrer para depois eu ser feliz. Tu foste a minha escolha, mas eu fui a tua opção. E enquanto eu era feliz, tu forçavas sorrisos. Eu não quero que voltes e estou completamente consciente da minha decisão. Só que há e haverão dias em que eu vou sentir saudades do que tu foste na mais pequena parte do tempo: o rapaz que transbordava amor pelos olhos.

3 comentários:

  1. tens instagram do blog? o meu é "hanna.bonsonhos", se quiseres segue-me ;)
    gostei do texto, faz-me lembrar alguém..

    ResponderEliminar
  2. sim, quero :b
    ATENÇÃO: Alterei o url do meu blog, portanto, se quiseres que os meus posts apareçam no teu painel tens de voltar a seguir-me (mesmo que diga que já o fazes), caso contrário não sabes que eu coloquei um novo post. Também podes ir até ao painel do blogger e clicar em "adicionar", cola-se o link do meu blog e pronto, estás a seguir-me novamente!

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.