16 de setembro de 2014

quando o outro eu me fala



Eu sei que tens saudades, eu sei, mas às vezes fingo não saber para te tentar obrigar a não pensares nele, a falar dele. Eu sei que sentes a falta dele, mas vê só, se ele não te procura é porque não sente a tua falta e, se não sente a tua falta é porque não merece o que ainda tinhas para lhe dar. Sim, tinhas. Porque não terás mais. Eu sei que tens saudades dele e sei que vais sentir ainda, em muitos dias, em muitas noites.. E parece que o amor tem mais de errado do que certo. E que as lágrimas não acabam. E que a força nunca a conheceste. E que o caminho parou quando ele decidiu ir embora. Sim, ele quis embora. Ou pensas que ele também tem falta de apetite, que chora e te quer de volta? Não! Não e não. Não percebes que ele tem a vida dele onde não és nada? E achas que alguma vez foste?! Então ele troca de vida de um dia para o outro. O que é fantástico, para ele. Eu sei que tens saudades dele e que lhe queres mandar mensagem a todo o momento e que nesses momentos não sabes o que dizer, porque há tanta coisa e nada.. Mas eu tenho de te lembrar que ele também tem o teu número e quando o teu telemóvel toca, nada é dele. Eu sei que sentes saudades dele, mas a minha certeza é que isso passará e custa - me dizer-te que é com o tempo porque se eu pudesse eu arrancaria de ti, essa dor, ainda hoje.. E amanhã acordavas sem te lembrares dele, do nome dele, do sorriso dele, do que ele foi, na tua vida. Eu sei que tu tens saudades dele, que lhe queres escrever cartas e ir atrás dele, mas não, não podes. Eu posso compreender que tu tenhas saudades dele porque em algum momento ele foi bom, mas eu não posso compreender que tu tenhas saudades de alguém que te mentia, ignorava e que desistiu tão rápido da mulher que era a da vida dele. Não és. Desculpa se soa frio, mas não és. Se fosses ele estava contigo e tu não estavas sozinha, triste, sem vontade. Eu sei que tens saudades dele porque ele te prometeu tanto e parecia real. Eu sei que é tão difícil.. Mas não sei o porquê de ele ter feito isto contigo, como todos os outros. No início tão diferente..olha agora! Não penses em dizer de novo que o erro és tu. Tu não és fácil, pois não, mas a pessoa que desejar ficar contigo para sempre vai olhar para o teu coração e podes ter a certeza que vai deixar de lado a pessoa impulsiva, chata, ciumenta, desconfiada e tudo de mal que possas ter. Porque por de trás daquilo que és, está o teu passado e ele é tão ou mais precioso que tu. Pará, não chores. Ele era o teu mundo mas amanhã o teu mundo vai ser muito mais bonito. Amanhã o teu mundo não vai sorrir para ti forçadamente. Nem vai ignorar-te porque tu vais vivê-lo. Eu sei que tens saudades e não sei como dizer-te de uma forma suave que apenas... Acabou. Sem volta. Nunca mais. Ele foi-se embora. Com outra ou sem outra. Ele cansou-se. Ele disse-te. Não penses que uma pessoa que gosta de ti se cansa, isso não é amor, o amor faz-nos feliz e o amor suporta o que somos, sempre! E mesmo que neste momento penses que o amor é mau, não é verdade. É só que algumas pessoas não amam como tu: com tudo. Eu sei que tens saudades dele, mas não o procures no facebook, porque isso é procurar a tua dor e tu só precisas de afastá-la. Quando lhe quiseres falar, escreve-lhe, mas não envies cartas porque cartas só são usadas para apaixonados e no meio disto tudo, tu és a única. Ele não te vai ler mas quem sabe um dia, quando tudo isto acabar, tu lhe possas mostrar o que ele te fez.. Depois de tanto bem, tanto mal. Eu sei que tens saudades dele, mas eu também tenho saudades de ti, da Marta sorridente, sempre positiva, sempre a ouvir os outros quando nem o seu próprio som suportava. Ele não tem saudades tuas. O teu lugar não é para sempre. Ele não te quer mais. Engole. Respira. Chora, mas segue em frente. E amanhã vai ser feliz. 

Eu sei que tens saudades dele, mas ele não tem tuas. Ele terá, um dia, mas só quando for tarde. Eles são assim. Eles lembram-se sempre. Mas eles não têm relógio. Chegam sempre atrasados. 

4 comentários:

  1. Pois tenho mas a terapia da fala pesa mais uma grama do que psicologia mas não sei se essa grama é o suficiente para eacolher...
    Quanto ao texto, adoreeei chorei a le-lo, talvez por me rever imenso nas tuas palavras :)

    ResponderEliminar
  2. Fantástico mesmo! Grande texto, sem duvida

    ResponderEliminar
  3. r: sim, falámos. conversámos sobre coisas tipo a universidade, carta de condução... nada doutro mundo!

    ResponderEliminar
  4. r: Não... os comentários estão na publicação que eu indiquei no post.

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.