24 de setembro de 2014


Amo-te. E é por isso que vou escolher-te sempre. Por te amar.. com amor e sem medo. Sem medo que o tempo passe ou que ele passe por nós. Sem medo que vás embora ou que amanhã não me conheças ou não queiras conhecer mais. Sem medo que as palavras se tornem silêncio, porque eu quero estar contigo de todas as formas e o silêncio faz parte de mim também. Sem medo que os caminhos se separem porque conseguiremos sempre ser nós, como até hoje, desde que seja a nossa vontade. Sem medo ou receio que amanhã acordes e não queiras mais sonhar os teus sonhos comigo, ou dar-me a mão, ou pegar em mim ao colo, ou dizer que me amas muito, de repente, só para eu não me esquecer.
Amo-te. E é por isso que te escolho hoje. E, é pela mesma razão que amanhã te escolherei. E depois também. Escolho-te porque és a pessoa que me faz rir e chorar ao mesmo tempo. A única. Com tanto poder. A única. Que tem tanto do meu coração. Amo-te e mesmo que os dias sejam cinzentos, eu vou-te escolher. Porque é isso que espero de ti.. que me escolhas. Todos os dias, bons os maus. Em todos os momentos, quando sou chata ou quando te faço rir. Amo-te com todo o amor que mereces receber e é por isso que não posso ter medo. O amor não tem medo quando ele existe de verdade no coração. Tu existes no meu... Que surpresa, não é?! (não...)

3 comentários:

Fica em segredo, entre nós.