13 de agosto de 2014

Vou levar de ti, o melhor que deixaste em mim. O cheiro que vem de ti, da tua casa, tão característico. O sabor dos teus lábios, de olhos fechados, de olhos abertos, só colada em ti e no amor que tanto me davas, sem saber. As surpresas e a impaciência. A alegria de estar contigo e a vontade de rir, saltar, fugir.. Contigo. Rir sem parar, por nada, por tudo, sem motivo ou com ele. Rir deitada no chão, alto, como se o mundo existisse para nós e não para os outros. Foi isso que deixaste em mim.. Uma história para contar, recordar e não esquecer. O amor deixa histórias.. Soltas, inacabadas, felizes. Tu deixaste-me mais do que uma história porque deste-me mais do que amor.. União, amizade, companheirismo, cumplicidade. Carradas de amor. Aos molhos. Recheio de amor com chocolate. Cheio de ti e de mim. E de nós, juntos, sem querer ir embora, sem querer parar de amar. Foi tudo o que me deixaste.. Saudades e amor. Um amor que não acaba e umas saudades que jamais passarão. O tempo pertence às pessoas que não sabem viver. E tu foste meu, tão meu que chego a acreditar que fui a pessoa que te soube amar. 

1 comentário:

  1. Dá uma segunda oportunidade ao teu tempo, à tua vida. Acaba o amor, começam as oportunidades de a vida continuar *

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.