15 de abril de 2014

"porque realmente quem nasceu para voar não sabe estar preso" bc


O amor magoa tanto que nunca conseguirei explicar. O amor dá e tira. Dá pouca e tira tudo. O amor é ingénuo, duro, mágico.. É, não é? Eu também preferia não saber, não ter razão, às vezes. Mas o amor também é bom... mais bom que mau. O amor é maldoso. Tantos momentos perfeitos, redondos de sorrisos, redondinhos de felicidade e... vai-se ao fundo, não chegamos ao final do poço e parecemos afogadas já... de dor, saudades, tanta magoa, tanto que precisamos que quando vem tudo não sabemos onde agarrar. O amor é traiçoeiro... segundos depois de um sorriso enorme, imenso é capaz de levantar as maiores tempestades de lágrimas, de berros, que ecoam.. porque quem sofre pelo Amor poucas vezes é ouvido. O amor é surdo. Às vezes. É silencioso. Agarra-nos firmes, mas de mansinho. Bruna, fazes o favor de... mostrar esse ferrinhos bonitos? Fazes o favor de te erguer? É isso que fazem as princesas de coração mole, de manteiga. Bruna... o amor é o melhor sentimento do mundo também, a sério... só tens de procurar nele, a pessoa certa, afinada. Mas, ele tem de querer... Ele quer?

1 comentário:


  1. Boa tarde!
    Queria informar que alterei o link do meu blogue, e por isso os seguidores automaticamente deixaram de ter acesso. Já por isso, estou a enviar o novo link a todos os meus leitores, para que possam adicionar ou seguir de novo.
    http://palavras-sentidas-2013.blogspot.pt/

    Obrigado, e espero que gostem das alterações! Cumprimentos,

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.