18 de dezembro de 2013


Tu percebes a força que tens quando os caminhos te obrigam a usá-la. Tu percebes a força que te move quando os caminhos te obrigam a encontrar algo por que lutar. Tu percebes que a tua força não é pouca quando te levantas, depois de tanto choro e tanto pensamento de que não serias capaz. Haveremos sempre de perceber a força que temos. Nas piores alturas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fica em segredo, entre nós.