20 de outubro de 2012


Sou sempre o alvo da tua opressão
E tu não sabes o que fazes ao meu coração
Às vezes tenho vontade de morrer aqui
Mas terei sempre forças para gostar de ti

Tenho vontade de criar uma nova guerra
Mas depois penso o que seria da Terra
Pensas que não sou capaz de te amar
Mas estarei aqui sempre para te aturar

Estamos no tempo das árvores nuas
Mas nem sabes o quanto tenho saudades tuas
São rimas pequenas as que te estou a dizer
Não deixo de te amar, não tenho tal poder

Ficar sem ti 
Seria uma tortura
Tu és e serás
A minha vida futura

do namorado para a namorada*

4 comentários:

  1. desculpa a demora a responder princesa:
    sim, naquele texto falo de um amor passado. e estou a aproveitar bem as coisas com o meu namorado *.* gosto imenso dele, e não o quero perder (:
    e achei super fofinho o que o teu namorado escreveu pra ti *.* felicidades!

    ResponderEliminar
  2. não digo que seja sempre assim, mas muita das vezes, infelizmente, é isso que acontece...

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.