1 de maio de 2012


Agora seria melhor se existesse de outra forma, mais simples, mais fácil. Seria melhor se podesse fazer parte de outro lugar, longe e meu...porque se tornou difícil sentir que olhas para mim e que posso desejar olhar para ti, tanto quanto tu...e talvez esta vontade não seja mais do que uma ilusão, mais do que um sonho que pertence às noites, mais uma alma apenas com o desejo de ter asas...e perdê-las por não saber voar.
Tu não me conheces, tu não sabes quem sou, tu não sabes o que sinto, tu não lês o meu coração, mas deixas que as minhas palavras se percam em tempestades e se encontrem em motivos que me fazem sorrir de manhã, tu. Tu não me conheces, não sabes a que lugar pertenço, mas não deixas que me envolva na escuridão...que me deite e feche os olhos anseando dormir para sempre...
Eu tenho medo de perder um amor, mas também tenho medo de viver dele.

21 comentários:

  1. tão querida, obrigada.. mas é bastante difícil, acredita, existem momentos em que parece a nossa vida nos está a cair em cima, e ainda por cima nesta altura s: não tenho paciência para nada, é como se já não fizesse falta :'c

    ResponderEliminar
  2. obrigada mesmo, sem me conheceres já me consolas-te bastante :D

    ResponderEliminar
  3. Obrigada fofinha *.*
    eu faço anos dia 9, próxima semana :x

    ResponderEliminar
  4. Ai como eu te compreendo!! Os testes surgem numa altura, que parece, que a vontade desaparece!!
    Quem me dera a mim que não o fizessem mas pelos vistos fugiram mesmo... Já à muito tempo que as palavras fugiram...

    P.S - desculpa só responder agora, mas só agora é que tive tempo...

    ResponderEliminar
  5. Muito obrigada pela força e por todo o cuidado que tens tido perante mim, a serio muito ( ... ) muito obrigada querida :$

    Eu também quero cuidar de mim, mas ás vezes torna-se um pouco impossível devido a todo o tempo que estou completamente nas nuvens :$
    Eu só queria voltar a ser feliz, com ou sem ele pois tal como disse no texto isto não é vida para mim, eu não era assim... eu era das pessoas mais sorridentes que conhecia que depois conseguia por toda a gente a rir também, mas agora parece que só estou bem a pensar em quem não devo e a chorar por essa mesma pessoa :c

    ResponderEliminar
  6. fabuloso, como não deixaria de ser :')
    és grande parte de mim, tu sabes!**

    ResponderEliminar
  7. A que te referes? Existem alguns erros ortográficos, escreve-se da seguinte forma: existisse, pudesse e ansiando. Beijo. Amo-te mana. O texto está muito bom como sempre.

    ResponderEliminar
  8. élá que querida:) Muito obrigada:D

    ResponderEliminar
  9. quando se gosta mesmo, é difícil esquecer... :s

    ResponderEliminar
  10. Adorei o que escreveste, mesmo, é tão real!

    Quanto à questão do casaco de ganga, são um bocadito caros, por volta de 30€, mas se gostares mesmo tenta juntar algum dinheirinho, que valerá a pena :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  11. oh Marta!! finalmente consigo comentar o teu blogue. mil desculpas por nunca responder, mas é que eu não conseguia encontrar o sitio para te responder, era estranho. desculpa :')
    e obrigada por todos os comentários, doce. e que lindo, como sempre

    ResponderEliminar
  12. obrigada querida : )

    eu já não ligo ao que as pessoas dizem, estou-me pouco borrifando para isso, mas estou farta de que as pessoas não me valorizem :c

    ResponderEliminar
  13. Oh eu escrevo normal princesa, mas obrigada *
    Quanto ao resto ainda não tenho a certeza se vou apagar o blog ou se vou postar algo do diário que tive, ainda tenho de pensar mas obrigada pela opinião mais uma vez :)

    ResponderEliminar
  14. Olá mana, para quando novos textos? E mais alegres? Amo-te. :)

    ResponderEliminar
  15. É prazeroso vir aqui e desfrutar de belas gravuras como estas as quais nos faz formular frases e criar alem do imaginario aquilo que as imagens querem nos passar... Afinal aprimeira impressao é a que fica e desde que entrei no seu espaço tenho eu me maravilhado com cada palvras e com cada letrinha posta por vc neste espaço que traz um pouco de tudo...Daquilo que és e daquilo que faz de melhor na sua simplicidade de mulher que descreve com precisao os seus mais puros sentimentos que movem e comovem toda uma geração presente e as que hão de vir aprenderao com tuas sabias palvras as quais ficaram marcadas no coração daqueles que a lê...Desta forma venho de longe ó grande poeta me deslumbrar de tuas sabias palvras...Obrigada grande poeta. Adorei vir aqui e me deslumbrei com as maravilhas de suas inspiração. Tomei a liberdade em postar este comentário em teu blog... Um grande abraço! E um carinhoso beijo.... HTTP://www.uanderesuascronicas.blogspot.com

    te convido a me seguir....

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.