25 de abril de 2012

mamy


e se tudo tiver uma razão de ser, então...eu quero ficar na incerteza de não saber quem sou e o que faço aqui. eu só quero ter um coração e uma alma e adormecer para sempre...na esperança de não conhecer o mundo e não viver nele. e se tudo tiver uma razão de ser, então...eu lamento chorar todas as noites e desejar que alguém me possa ouvir. já não peço que algo me pertença, ou que a noite me traga a paz que os dias me sabem tirar. já não peço um caminho certo ou uma alma assim muito acesa...e então eu peço desculpa por não ser feliz apenas pela graça de uma respiração...
que alguém cuide daquilo que fui até hoje, porque continua a ser sempre difícil não querer respirar e permanecer viva...tu eras do melhor que poderia ter na minha vida...e agora tu entendes-me, não é?, é o que o melhor da minha vida...foi-se embora.

4 comentários:

  1. seria incapaz de abandonar o coração com cadastro! Seria como deixar-me à margem! Aquele blog sou eu, é o meu coração! Não posso deixá-lo :)

    ResponderEliminar
  2. eu nem aos 11 consigo chegar quanto mais aos 15, por isso é que estou a dizer: 'Estou feita da minha vida'

    ResponderEliminar
  3. nunca te abandonarei marta, tu sabes qe te adoro de coração :$
    sei ou pelo menos tento saber como te sentes, :'
    estou aqui para te anparar, és demasiado especial, para te deixar ir assim ..
    adoro-te* muito (L)

    ResponderEliminar
  4. Quando olho para o céu e vejo nuvens, sinto-me pequena na imensidão do planeta e nessas alturas os meus problemas se reduzem a pó.

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.