14 de agosto de 2011

também sou capaz



Que bom! Eu sorrio sem ti, que bom! Eu consigo manter-me calma sem ti. Eu sigo sem ti e nem peço que voltes. Eu sou forte sem ti e afinal tu não me levaste a força que sempre guardei. Que bom é não sentir a tua falta e não querer as tuas palavras. Não quero e não preciso. Acho que, encontrei o lugar onde o meu coração deve descansar. Decerto, bem... com toda a certeza, cansei-me de te amar e isso tornou-se bom. A minha alma não grita por ti, não te chama, nem espera a tua presença. E eu... bem, eu caminho e nunca páro. Não o devo fazer e não vou fazê-lo. O meu caminho é aqui, nunca contigo.

11 comentários:

  1. tens comentrario:

    http://thealmaecoracao.blogspot.com/2011/08/amor-diferente.html

    ResponderEliminar
  2. faz bem seguir em frente, marta. e eu fico tão, tão feliz por saber que encontraste o teu rumo! que tens sossego nesse belo coração!

    ResponderEliminar
  3. Ai, como é bom ler-te essas palavras, É bom ver-nos seguir em frente e ser fortes, como realmente somos! As tuas palavras são mágicas, como as compreendo tão bem! :)

    ResponderEliminar
  4. como compreendo isto :$ e como gostava de ter esta coragem*

    ResponderEliminar
  5. 5 dias de acampamento para ele num sítio sem rede.. é isso que se passa querida marta

    ResponderEliminar
  6. concordo contigo, resta saber se queremos realmente usa -la.

    ResponderEliminar
  7. preciso dessa tua força, urgentemente!

    ResponderEliminar
  8. essa móncia foi de férias, um dia volta, mas já não vai ser a mesma.

    ResponderEliminar
  9. ainda bem que compreendes , sinto muito mal com isto tudo :s

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.