7 de agosto de 2011

nem hoje, nem nunca. mas tu, sempre


Hoje eu preciso que me oiças. Hoje eu precisava que me ouvisses. Tu não vens, mas eu espero. Tu foste embora, mas eu fiquei. Estava errada quando pensei que poderia suportar a tua ausência até a tua presença me ser sentida. Hoje dói-me e hoje tu não sentes. Diz-me... porquê que insistes em apenas deixar-me as marcas da tua ausência sempre firme, se sabes que me dói, todos os dias, não poder ler as tuas palavras. O teu silêncio é arrebatador. Assusta-me não sentir o teu abraço, o que em tempos eu recebia com o teu coração a brilhar. A tua partida já faz tempo e o teu caminho já está longe, porém... deixaste em mim, algo teu. Muito teu, ou nosso. O teu coração surpreendeu-me. Coração... ou deverei dizer... pedra?  

27 comentários:

  1. pois, tens razão. mas por vezes lá choramos :o

    /wordsonthewind-ana.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. obrigada. então sabes muuito bem o que sinto..:)
    força <3 beijinho no coração

    ResponderEliminar
  3. é isso..
    eu estou bem, e tu minha querida? estás melhor?

    ResponderEliminar
  4. eu nao conheço a vossa historia, mas sabes, vales muito, mereces muito também. eu espero que possas sentir o amor que tanto mereces.
    sim, ter a cabeça focada em alguma actividade do género é uma espécie de momentanea libertaçao.

    ResponderEliminar
  5. As pessoas que nos foram importantes e por vezes continuam a sê lo, quando partem deixam marca, marca essa que nunca desaparece, nem mesmo com o tempo ...

    ResponderEliminar
  6. aiii adoro adoro adoro *.*
    e obrigada linda

    ResponderEliminar
  7. gostas de fotografia?
    visita - http://cathpphotography.blogspot.com/


    :)

    ResponderEliminar
  8. conseguiste chegar bem fundo do meu coração. É exactamente isto que eu estou a sentir, martinha :/

    ResponderEliminar
  9. Sim, de facto é difícil.
    Gostei e vou seguir-te (:

    ResponderEliminar
  10. Sim, eu percebo. Isso tmb já me aconteceu. E de certeza que não somos as únicas s:

    ResponderEliminar
  11. no meu caso não é um amor, rapaz, era uma amiga, a minha melhor amiga, e sim, tudo o que escrevi foi o que aconteceu. felizmente consegui superar. e tu tbm vais conseguir, seja um rapaz ou uma outra pessoa qq (: obrigada!

    ResponderEliminar
  12. Eu sou 96 e 91 mas deixei o 91 em portugal :)
    E tens razão,eu e ele temos que conversar, temos que resolver as coisas. Ele diz que não quer estragar as coisas, mas na minha opinião não "coisas" para estragar e eu não o vou deixar brincar com os meus sentimentos. Ou ele que ou ele não quer :s

    Mas vamos falar de ti. Como é que tu andas?

    ResponderEliminar
  13. tenho a certeza que não somos só nós mentirosas.

    ResponderEliminar
  14. há dias em que o que escreveste se aplicaria na perfeição a mim. gostei *

    ResponderEliminar
  15. Obrigada por participares, a sério (:
    É mesmo muito importante para mim, que alguém participe (:
    Mais uma vez, obrigada : D

    ResponderEliminar
  16. Não percebo como é que uma pessoa como tu se pode sentir assim tão dependente de alguém.. Tu és tão forte, tão especial. Tens imensa gente que te adora (ou mais do que isso) e, nos textos que escreves, só demonstras estar à espera de alguém que não sente o mesmo por ti. Como é possível? Apesar de tudo, espero que sejas muito feliz porque tu mereces. E quando digo "mereces" não é de uma maneira qualquer. Mereces mesmo. És única <3

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.