8 de julho de 2011

escuta


Escuta o meu coração, não faças o som da minha voz ser a tua melodia inaudível. Escuta o meu coração, escuta como ele bate acelerado quando estás perto e sente como ele bate quase parado com a tua ausência. 
Escuta-me, fica perto, não te vás... preciso de ti.

46 comentários:

  1. O único link que me deram foi esse :s

    ResponderEliminar
  2. O problema é que eu acho que ele não sente a minha falta, acho que nunca sentiu :S

    ResponderEliminar
  3. obrigada querida. gosto muito deste! com certeza, ele não irá :)

    ResponderEliminar
  4. ainda bem que gostas (: sim por acaso a ultima frase esta bastante fofinha $:

    a parte 7 virá em breve (: fico feliz por saber que gostas $:

    ResponderEliminar
  5. também não a encontro... já expus o problema no facebook do concurso, se me derem uma solução eu aviso :')

    ResponderEliminar
  6. infelizmente nem sempre é assim :c
    obrigado ! (:

    ResponderEliminar
  7. a inscrição estava pendente, já dá para votar :D

    ResponderEliminar
  8. Tenho a certeza que sim! Afinal, nós merecemos :D

    ResponderEliminar
  9. Claro que vamos ^^

    Tenho um desafio para ti no meu blog, está nos desafios, vai lá ver minha linda :D

    ResponderEliminar
  10. e agora, também eu estou ditada nas tuas palavras. sem tirar nem pôr...

    ResponderEliminar
  11. já te sigo <3

    http://www.camvworld.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. está lindo martinha, força sim? :)

    ResponderEliminar
  13. Eu acho que também acredito, acho que tudo na vida tem que ter um motivo para acontecer, se não nada valia a pena :)

    ResponderEliminar
  14. Pois, o Bob Marley é o maior. Foi uma pena ele ter morrido !

    ResponderEliminar
  15. ai que querida ;) obrigadaaa *.*
    não publico o desafio no meu blogue, mas vai ficar no ♥
    beijinho grande*

    ResponderEliminar
  16. Já o fiz querida! mas obrigada por me escolheres pras tuas coisinhas.

    ResponderEliminar
  17. O desafio ficou lindo *-*
    Adorei as tuas palavras ^^

    ResponderEliminar
  18. estou a começar :)
    olha uma coisa, como se cria uma página só para os desafios?

    ResponderEliminar
  19. há uma coisa curiosa sobre o nosso coração, pois cada vez que pronuncias/ouves o nome da pessoa que gostas o seu batimento cardíaco acelera nitidamente. e isto, embora conhecido a todos que gostos de alguém, já foi cientificamente provado, o que não deixa de ser interessante :) ADOREI martinha!

    ResponderEliminar
  20. não tens de agradecer , obrigada eu por aceitares (:
    e quanto a história .. em breve postarei nova parte :D

    ResponderEliminar
  21. já está feito meu amor, vai lá ver :)

    ResponderEliminar
  22. prontoooo :))
    obrigada, aguardo mais *-*
    como é que estás ?

    ResponderEliminar
  23. Ahah eu acho que sou mesmo um bocado louca por ele xD

    ResponderEliminar
  24. mil obrigadas :D
    adoro os teus textos marta ! admiro imenso a maneira como escreves, beijinhos*

    ResponderEliminar
  25. ahah, é mesmo *
    quando tiver tempo faço <3

    ResponderEliminar
  26. O sonho será apagado
    Longe de todo o pecado
    Tanta coisa que eu poderia ser
    Mas por agora so me resta viver
    Olho para o mar
    Sempre na esperança de sentir o teu doce tocar
    Por vezes tento sorrir
    Mas assusta-me tudo o que ainda está para vir
    Memorias roubadas
    Cravadas como espadas
    Neste pequeno coração
    Muitas das vezes coberto de ilusão
    Escrevo com todo o sentimento
    Há até quem ache que é talento
    Vagueio pelos caminhos do destino
    Cansado de lutar
    Farto de esperar
    Sinto um enorme cansaço
    E mais uma vez me volto a render ao teu abraço
    Sonho com o dia em que me venhas encontrar
    E nos teus braços me embalar
    Penso em fugir deste deserto
    Mas quero ter te sempre por perto
    Espero ansioso pelo dia
    Em que finalmente possa ver essa tua magia
    O dia em que poderei partir
    E finalmente voltar a sorrir
    Poder sentir a liberdade
    E esquecer finalmente a saudade
    Ultrapassar a escuridão
    Com o teu simples tocar
    Vem da me a tua mão
    E vem comigo sonhar
    Ho doce inocência perdida
    Em muitas promessas esquecida
    Podes até não querer recordar
    Mas quando parares finalmente para pensar
    Vais-te aperceber
    E podes até finalmente entender
    Tudo o que aqui abandonaste
    E tudo o que aqui perdeste
    Vou correndo contra o vento
    Vivendo cada doce momento
    Vivo ainda na saudade
    Que parece durar para toda a eternidade
    Mas com o tempo eu vou esquecer
    Aprendo agora a viver
    Já sem nada para lamentar
    Resta-me agora continuar a caminhar
    Finalmente posso-me deixar abençoar
    Por este maravilhoso e infinito mar
    Posso apreciar melhor o luar
    Sabendo que agora sim sei finalmente amar
    Agora posso-me perder
    Talvez até encontrar o meu ser
    Posso agora viver o meu amor
    Sem medo de qualquer dor
    Viver com os pés assentes no chão
    Sem temer a dura solidão
    Posso sair com toda a minha dignidade
    Andar segundo a minha vontade
    Andar livremente pela rua
    Sem temer sequer a lua
    Pois agora finalmente eu sei
    Que até posso um dia escorregar
    Mas sei que terei sempre algo a que me agarrar
    Lutar pelo que sempre quis
    Pois sei que nos teus braços posso adormecer
    E esperar em paz por um novo amanhecer

    ResponderEliminar
  27. obrigada*
    gostei muitooo
    http://codigo-incorrecto.blogspot.com

    ResponderEliminar
  28. estou bem sim marta :)
    tu és um doce *
    com o coração nas mãos, pq?

    ResponderEliminar
  29. obrigada marta:) a serio. mas eu nunca aceito desafios

    ResponderEliminar
  30. qe má sensação menina marta :c
    tem força.*

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.