6 de julho de 2011

avesso


Sentia-me sem chão, mas há conversas que viram o mundo ao contrário. Levaste contigo as noites perfeitas, deixaste em mim o silêncio das tuas palavras e o e o meu coração, agitaste-mo antes de partires. Arrancaste das minhas mãos o teu coração e deixaste o meu a sufocar. Há palavras que trocam o desespero para uma paz plena e é bom ainda existir alguém que me oiça a ditar o teu nome, sem dizer para parar. Ainda existe quem diga para não deixar de ter saudades, nem largar a esperança deste amor que se foi. E eu... fico sem saber o que pensar, nunca deixando de pensar em ti. 

2 comentários:

  1. há coisas que nos confundem no meio da dor, então quando nos dizem para não desistir, ainda uma maior confusão se gera na nossa mente. mas um dia tudo passa, para melhor ou para pior, mas tudo passa.


    a desilusão de não ser aquela pessoa é que dói (tanto!).

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.