30 de junho de 2011

quem sempre fui


Estou cansada, mas sinto-me livre, sinto-me eu, sinto-me comigo.. como se alguém tivesse tirado de mim a dor que me acompanha todos os dias, de querer ser algo e nada saber ser. Estou calma, mas sinto o coração aos pulos. Tenho saudades, mas sorrio por tê-las. Tenho uma respiração calma e esta chuva entrelaçasse sobre o meu coração como se de um abraço se tratasse. Está a chover, está frio lá fora, mas a minha alma permanece quente. Não quero ter que me ir embora, não quero ter que soltar o meu coração ao vento, não quero ter que fingir ser o que não sou. Não quero ter que mudar... quero ser quem sou, quem sempre fui.

(não sei por que raio 
não consegui entrar 
ontem no blog.
 reclamem à minha 
net pouco deficiente!)

4 comentários:

  1. está muito bonito, sinto me feliz por teres saudades e por te sentires feliz amor am-te mesmo muito nem há palavras para descrever o quanto te amo.

    asinado: telinhos

    ResponderEliminar
  2. Não precisas de mudar =)
    E muito menos de deixares de ser feliz.
    Quanto à net não és a única -.-" XD
    beijinhos*
    SU

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.