3 de junho de 2011

à mãe, à melhor.

Hoje é o dia. O dia em que ainda choro a tua ausência e estas lágrimas matam-me. Eu já estive sozinha durante horas e continuo a sufocar-me. Hoje é o dia em que me sinto perdida, vazia, incompleta. Sinto-me fraca. Fraca, fraca, fraca. Tiraram-te a vida e tiraram-te de mim. Mataram-te e um pedaço de mim, levaste-o. Será sempre assim. Sempre foi assim. Nunca mudará. É da tua força que me alimento, é a força que me deixaste que me faz sentir minimamente feliz. São dez anos de ausência, foi em 2001, neste mesmo dia, mas o tempo? Não importa. Choro hoje e por ti, choro para sempre. Eu sinto a tua falta, mãe. MAIS DO QUE TUDO.
Tudo o que sou é por ti.
E como a avó dizia e continua a dizer «és a tua mãe, tal e qual».

preciso de força. preciso de um abraço.

3 comentários:

  1. Oh minha querida, sinto muito que a tua mãe tenha partido já à 10 anos, não consigo imaginar como seria a minha vida sem a minha mãe, e portanto não tenho noção do quanto será dificil para ti viver assim.. só te posso dizer que a força que precisas está dentro de ti, e pensa sempre na tua mãe nos momentos em que estiveres mais triste e sorri por ela, pois tenho a certeza que ela quer que sorrias e não que chores! força querida *

    ResponderEliminar
  2. O texto está lindo querida!
    Lamento imenso o que aconteceu à tua mãe..
    Mas esteja ela onde estiver de certeza que está orgulhosa da pessoa maravilhosa que és.
    Beijinhos da Sofia
    p.s se precisares de alguma coisa podes contar comigo. (L)

    ResponderEliminar
  3. Bem martinha, como a annie diz eu não sei mesmo o que é viver sem a minha mãe, podemos gritar, berrar, esgaziar, fazer tudo e mais alguma coisa com ela, mas no final de contas é dela que precisamos mais do que tudo, e quando perdemos aquilo que mais gostamos é quando damos o verdadeiro valor. tu és forte, nunca te esqueças, ela pode não estar contigo fisicamente e tu podes nem vê-la, mas ela está sempre ao teu lado e sempre pronta a dar-te a mão quando achares que ninguém vai estar lá para ti. beijinhos minha querida.

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.