14 de junho de 2011

- madu, lembraste?

Deixei de te chamar de melhor amiga para depressa perceber que sempre estiveste junto a mim.
Algo como tu, não se esquece.
Obrigada, d.

(desculpem a ausência, eu prometo que héi-de compensar-vos. prometo.)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fica em segredo, entre nós.