28 de junho de 2011

encantas (me)


Que encanto quando sorris, quando fazes transparecer o Ser mágico que guardas dentro de ti. Que encanto quando soltas palavras ao vento e me as entregas sem eu estar à espera. Encantas quando o teu abraço me aperta no momento certo e quando balanças sobre as ondas do mar. És o equilíbrio perfeito, a balança sem o vai-vem das marés, a rosa com os espinhos mais moles, a doença e a sua cura... És o suave azul do céu, as estrelas que todas as noites me acompanham e o ar que não se torna abafado. Encantas-me por cada grito, ou silêncio. Por cada palavra escrita ou dita pelos gestos. Encantas-me de que maneira for, a todo o momento. Não se torna cansativo sussurrar-te algo que me faças sentir, pois o teu encanto, mesmo sendo pura ilusão na minha realidade desconhecida, é o meu caminho para uma sobrevivência sentida.

18 comentários:

  1. está muito mas muito bonita mas tive uma duvida neste texto. :$ fizeste me pensar mas ainda fiquei com duvida.... AMO-TE

    ResponderEliminar
  2. 11?eu ainda nao fui ate a 11
    :o metes-te a minha musica no blog :)

    ResponderEliminar
  3. tinhas metido no blog, mas sem problemas, eu nao estou na parte 10, eu ainda estou na 7 deves te ter confundido!

    ResponderEliminar
  4. ah desculpa, entao tambem me confundi, mas se metesses nao tinha mal nenhum

    ResponderEliminar
  5. ok vais a design, metes adicionar miniapilacação,procura um que tenha este nome HTML/JavaScript, depois entra mas diz me uma coisa que musica queres meter? é para cola aqui depois o que tens de meter lá!

    ResponderEliminar
  6. obrigada. também gostei muito do teu texto :)

    ResponderEliminar
  7. obrigada, e que lindo texto aqui tens :)

    ResponderEliminar
  8. adoro !
    / catarina sousa

    ResponderEliminar
  9. Achei lindo o texto, você uma sensibilidade muito doce para escrever.
    Parabéns.
    Já estou seguindo. :-)Achei lindo o texto, você uma sensibilidade muito doce para escrever.
    Parabéns.
    Já estou seguindo. :-)

    ResponderEliminar
  10. muito obrigada pela tua força, martinha, bem preciso! :')

    ResponderEliminar
  11. lindoooo :)
    obrigada, obrigada, obrigada ;)

    ResponderEliminar
  12. bebe, não percebi o teu comentário :s acho que me estou a esquecer de alguma coisa, relembra-me :)

    ResponderEliminar
  13. ai, realmente foi o uma noite que me vai ficar no coração :$
    e sim, foi o comentário da aprendizagem que eu não compreendi, mas não há problema :D

    ResponderEliminar
  14. Marta, pensa bem nas consequências infímas da decisão que estás a fazer, sentimentos destruidos, corações partidos, um casal desolado... O amor como tu dizes por outras palavras neste texto é suposto resistir ás desavenças, lutando pela felicidade verdadeira, não desistir á primeira desavença e fugir... Isso não é correcto, nem se chama amor... Pensa bem no que fazes antes de o fazeres pois quem irá assumir as responsabilidades não será mais ninguem senão tu...Beijinho...Diana

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.