6 de maio de 2011

Que importa?

já não existem chamadas perfeitas como antes. já não é nosso hábito ligarmos um ao outro, todos os dias e falarmos de tudo. as chamadas antes eram o nosso sustento. em cada chamada a nossa felicidade era mútua. eu sentia e tu também, não é? mas não importa nada já não haver chamadas perfeitas, não importa porque agora continuamos juntos e igualmente felizes, mesmo que tenhamos arranjado outro motivo. as chamadas serviam para nos sentirmos mais juntos e hoje, que estou contigo todas as semanas, que me dás momentos perfeitos todas as semanas, as chamadas que antes nos pareciam fazer diminuir a distância que parecia enorme, hoje não me fazem falta. não preciso disso. disso de te sentir por perto. hoje sinto que não estou longe de ti e que nunca estivemos longe um do outro, porque o meu coração continua a ser teu, como nos tempos das chamadas e como nestes tempos em que as chamadas não existem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fica em segredo, entre nós.