8 de abril de 2011

Podia ser eu, se fosse alguém.

Alguém odeia o amor. Alguém odeia amar, alguém odeia sentir a dor a percorrer e a absorver a alma, a fazê-la diminuir mais, mais, mais... Alguém odeia viver e ser Humana, ser pura e ter coração e senti-lo. Alguém odeia isto e tudo o mais que não tem coragem para dizê-lo. Alguém odeia ser o "alguém" para o mundo e o desconhecido perdido na vida que lhe passou ao lado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fica em segredo, entre nós.