10 de março de 2011

- quem ouve o coração, sente coisas destas. (ou não)

Odeio-te coração.
Odeio estas lágrimas que me sufocam descontroladamente.
Odeio-te coração.
Odeio sentir-me, odeio ter-te coração.
Odeio porque me deixas neste estado, odeio porque só sabes amar o que não vale a pena.
Odeio-te e odeio viver, odeio ser tão dependente de ti. De ti e desta alma tão apagada.
Agora faz as malas, leva contigo estas lágrimas e este desespero. Faz as malas e leva-me os sentimentos, este sufoco, leva-me a esperança e mata-a. Deixa-me vazia, como me sinto agora.
Só te odeio coração, por isso agora não grites, não esperes. Não queiras mais voltar, não voltes a acreditar.

7 comentários:

  1. E é como eu realmente me sinto: feliz :)

    ResponderEliminar
  2. Quantas vezes eu não senti odio pelo meu coração! :x

    ResponderEliminar
  3. o meu antes de ser como é, tb já foi amor à distância querida. sei bem do que falas e do quanto custa :$

    ResponderEliminar
  4. não repreendas o teu coração porque te fez sofrer quando outrora ele te fez amar!

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.