4 de dezembro de 2010

- parece que se vende.

Vende-se, coração com grande desgaste a necessitar de (re)construção. Com anti-felicidade e grande facilidade de arrombamento durante intensas tempestades. Coração com paredes de vidro, demasiado frágeis e com uma porta semi-aberta, que permanece com esperança de uma tentativa de mudança. Para além de ter uma vista maravilhosa sobre os sentimentos, tende a ter um pensamento de solidão em variados momentos. Sensível, fraco, desesperado - é assim que o sabem definir, por enquanto.
Lugar agradável, mas distante, tem o poder de observar Humanos - de longe - evitando assim, entrar em contacto com mundos desconhecidos. Vende-se, orgão valioso que contém dor em demasia e sem querer assustar, numa quantia significativa. Espaço com vantagem de receber ar renovado e força de vontade para quem anseia começar um novo caminho. Invadido por pedaços de bem-estar mal construídos, é alvo de grande desgaste. Vende-se coração, com o batimento cardíaco não-notável e com esgotamento previsto num futuro próximo. Casa com ausência de luminusidade, com presença de visões inexistentes, sempre que a noite alcança o seu ponto máximo. Tem por hábito uma rotina limitada, procurando algo diferente, que faça este mesmo espaço perder o efeito de preto e branco. Para além da saúde confiscada, encontra-se em bom estado, preenchido pela ansiedade em se tornar no coração ideal.
Pensando melhor.. não se vende, pede-se apenas que alguém o reanime.

- Para que nunca te esqueças, gosto muito de ti, Pedro e és sempre tu, que por momentos, acalmas este meu coração agitado.

3 comentários:

  1. Meu eterno amor, se o teu coração estivesse à venda, eu já o teria comprado com todo o meu amor.
    O teu coração é a casa ideal para mim, é nele que eu me sinto totalmente bem e é nele que quero, ou melhor, vou permanecer.
    Eu estou aqui, para reanimar o teu coração, a tua alma, o teu pensamento.
    Fica comigo, casa comigo e nunca te esqueças do nosso « para sempre » que será sempre real.

    Acreditas na nossa realidade comigo ? :'

    ResponderEliminar
  2. Uau, Marta!
    Está mesmo lindo o teu texto!
    Adorei! :)

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.