2 de dezembro de 2010

- mãe.

(Preciso de silêncio, sossego, paz e uma vida com cor.)
Está frio e não há nada que apague a dor de um coração fraco. O mundo perde o sentido e eu fico intacta, estou demasiado longe, demasiado triste para isto - dão-lhe o nome de vida, mas eu desconheço o seu valor. É mais forte do que eu, uma força inacreditável. Leva-me ao desespero e não me faz voltar. Faz o mundo cair, mas não o constrói. E eu, eu não posso desistir, seria mais fácil.
Será sempre um hábito, por mais tempo que passe. Sentirei sempre a tua falta, mude o que mudar. Não há memórias que façam a saudade desaparecer e eu permanecerei sempre aqui e tentarei ter a tua força, a que sabias ter perante a vida.
Aguentarei, porque tem que ser assim e embora tenhas partido sem voltar, o meu coração será sempre o teu lugar.

«Parte de mim, morreu contigo.
Parte de ti, ficou comigo.»

- Já não sei formar uma frase com palavras leves, mas fortes.
Já perdi tudo, nada mais terei. :'

5 comentários:

  1. Meu amor, sei bem que o teu coração ainda sofre. Por muito tempo que passe, a tua mãe está sempre presente no teu coração e tu em nenhum momento te conseguirás esquecer dela.
    Eu tenho a certeza que a tua mãe está sempre no teu coração, tenho a certeza que a tua mãe está sempre a proteger-te, tenho a certeza que a tua mãe está sempre contigo.

    Quero que saibas, que eu estou sempre aqui, sempre presente. Estou aqui para quando choras, para quando ris, para quando estás bem ou mal.
    Sei que não consigo apagar a tua dor, mas sei que acalmo o teu coração, que o faço sentir melhor e que o faço sorrir quando ele só quer chorar.
    Estou aqui, para ti e para o teu coração. O meu coração será sempre a tua casa.
    Amo-te, do coração. :''''

    ResponderEliminar
  2. dizes que expresso bem o que sinto ? engraçado, acho sempre que nao digo tudo :|

    ResponderEliminar
  3. tenho a certeza que a tua mãe, esteja onde estiver, está a olhar por ti e concerteza será uma orgulhosa pela filha perfeita que tem .
    força, amor .

    ResponderEliminar
  4. Marta, sempre que precisares ( mesmo que eu não saiba bem o que se passa ) podes contar comigo.. Acedita! Beijinhos e muita, muita força querida * Vanessa //

    ResponderEliminar
  5. uau marta, adorei .
    espero que tenhas a força necessária para continuar, porque afinal de tudo, és uma sobrevivente.
    devias orgulhar-te de ti, és muito forte*

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.