7 de junho de 2010

- mudou.

Invadias os meus dias porque os meus pensamentos se dirigem a ti. Invadias as minhas noites porque as estrelas afirmavam a dor da tua ausência e agora só te é possivel alcançar os meus sonhos sem que eu controle. É verdade, eu não era nada sem ti, porque amava em demasia.
Esquecia-me, para me lembrar de ti, mas agora digo-te:
Já não vives em mim e eu já não vivo para ti.

5 comentários:

  1. Marta, se ele não vivesse em ti, não lhe escreverias num blog... pensa nisso.

    ResponderEliminar
  2. Sim querida, quando é amor jamais se apaga*

    ResponderEliminar
  3. Minha Martinha , e assim mesmo , ele não te merece . Tenho saudades tuas , deixas te de falar assim de repente , agora quem não vive sem ti , sou eu . Beijinho adoro te

    ResponderEliminar
  4. ó tiaguinho, vai à merda !

    (era escusada aquela conversa no Domingo) :|

    ResponderEliminar
  5. As pessoas só deixam de viver em nós quando deixamos de falar nelas e sobre elas... Enquanto isso não acontece, ficam guardadas numa qualquer caixa escondida no nosso coração.

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.