11 de junho de 2010

- em segredo.

Resta-me dizer-te que me deixas-te o coração gelado, quando em momentos nos abris-te a porta da vida e sem medo a alcanças-te. Tu sentis-te a brisa da liberdade e eu fiquei sem voz para chamar por ti.
Prendeste-me à dor, sem dó nem piedade. Foste forte e deixaste-me sendo fraca e hoje, que fechas-te definitivamente a porta do teu coração ao meu amor, dói-me tocar nas palavras que com o tempo se perdem na maré da vida. Dói-me guardar-te sem pecado e amar-te em segredo, quando noutros tempos, o teu sorriso iluminava o meu caminho e tu me amavas por tempos sem fim.

4 comentários:

  1. escreves de uma forma tão bonita e consegues transmitir tudo tão bem através de simples palavras. tenho prazer em ler-te, continua a escrever :)

    sim, muita força para nós as duas *

    ResponderEliminar
  2. O Amor..
    Faz-me sentir a pior pessoa do mundo..
    Pergunto-me.. será que..
    Tudo valerá a pena?? :(

    Obrigado pelo comentario..

    E maior força para ti :)

    A musica que tens, é linda..
    Conheco as musicas dele.. e são perfeitas ao ponto de nos por a chorar e pensarmos horas sem fim.. :D

    Beijito..

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.