12 de maio de 2010

- longe de ti, perto do coração.

Sentir a tua falta dói, destrói, solta-me a fraqueza da força que vou tentando agarrar.
Sentir a tua falta, faz-me ter saudades de ti, do que foste comigo, daquele que não existe.
E sabes do que gostava? De te odiar.
Dizes amar, mas nunca o sentis-te.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fica em segredo, entre nós.