29 de março de 2010

- faz sentido.


As noites não são vazias, tu tens poderes. Agarras o meu coração com ternura, dás-lhe o amor que sempre sonhei, embalas-me de mansinho e prendes-me aos teus encantos. E eu acho mágica a tua forma de ser, a forma como me abraças e como num momento os nossos corações permanecem juntos. Acho mágica a maneira como me amas e o dom que tens em me fazer sorrir. Deixas-me a alma pura, sabes? Lanças-me chamas de esperança que não acabam, a dor não existe, quando estás comigo. Preciso de ti e preciso que dês sentido ao mundo que construímos com o nosso amor. Preciso de ti e preciso do ser que conheci, do que sabe ouvir-me, dar-me a mão e caminhar comigo. Preciso de ti e não dás lágrimas de dor que fazem parte do vai-vem. Quando vieres, vem para ficar. Quando me amares, ama-me com o coração. Quando me sentires, deixa-me sentir-te também. Quando partires, não te esqueças que levas o meu coração contigo.
Perdi a paz e tudo porque esta noite não és o meu.
«Nada sou, nada posso, nada sigo.
Trago, por ilusão, meu ser comigo
Não compreendo, compreender nem sei
Se héi-de ser, sendo nada, o que serei?»

2 comentários:

  1. - tu sabes quem eu sou. :""30 de março de 2010 às 08:29

    Desculpa se só te faço sofrer, desculpa se sou o culpado de tudo, eu não quero que me deixes. és tudo o que eu tenho, e eu aprendi/aprendo muito com os meus erros, acredita.
    AMO-TE COMO NUNCA SENTI. :""""

    ResponderEliminar
  2. é dificil de acreditar que alguém o leia exactamente por ser tao extenso e normalmente o que mais há é falta de paciencia. mas obrigada:)

    ResponderEliminar

Fica em segredo, entre nós.